Os 10 melhores filmes de tribunal

Os filmes de tribunal são um prato cheio para drama e tensão: advogados rivais que já foram amantes, um assistente trapalhão, uma juíza durona, depoimentos bombásticos, reviravoltas, conflitos éticos e pessoais. E claro, aquele momento em que seguramos a respiração para ouvir o veredito. Para uma lista legal dos elementos do courtroom thriller, leia este post.


O Sol é Para Todos

Baseado no meu segundo livro preferido de todos os tempos, O Sol é Para Todos é um clássico que vai muito além do tribunal, mas não poderia deixar de estar nesta lista. Atticus Finch (Gregory Peck) é um pai viúvo que precisa defender um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca – no Alabama durante a Depressão. A narrativa do livro cabe à Scout, sua filha, que vê um mundo de preconceitos, além do racismo, em diversas histórias de vida ao seu redor.


Um Crime de Mestre

Eu amo esse filme! O personagem de Anthony Hopkins mata a esposa e como a lei permite nos EUA, decide ser ele mesmo seu advogado de defesa. A acusação cabe ao personagem de Ryan Gosling, que considera o caso patético, praticamente ganho. Mas o outro é muito mais esperto do que parece e se segura- o plot twist vem aí. Um filme simples, mas fodíssimo.



12 Homens e uma Sentença


Ambientado no final dos anos 50, o filme acompanha um júri composto por 12 homens, que precisam dar o veredito sobre o caso sendo julgado, de um rapaz acusado de assassinar o pai. A princípio, todos, com exceção de um jurado, acreditam que o rapaz é culpado. Mas a máxima de que só devem condená-lo “se não houver sombra de dúvida de sua culpa” é o que faz os debates se estenderem e ficarem mais complexos e profundos. Filmásso.


Questão de Honra

Dono da clássica cena em que Tom Cruise berra “I want the truth!” e Jack Nicholson responde “You can’t handle the truth!”. Já perdi as contas de quantas vezes vi esse filme e repeti esse diálogo. Questão de Honra tem um elenco do caralho: Jack Nicholson, Tom Cruise, Kevin Bacon, Demi Moore, Keith Sutherland, Kevin Pollack, J.T. Walsh e Cuba Gooding Jr. Um militar é assassinado na base e os advogados decidem investigar se isso aconteceu sob ordens de alguém. Brilhantes diálogos, excelente filme.




As Duas Faces de um Crime

Poderia facilmente estar na lista de melhores plot twists. O personagem de Edward Norton é acusado de assassinar um arcebispo e seu advogado arrogante, interpretado por Richard Gere, decide pegar o caso escandaloso para aparecer. Só que aí ele começa a descobrir coisas que mudam tudo. Ah, o final desse filme...



Tempo de Matar

Pode-se argumentar que é um filme de branco salvador, mas não deixa de ser um excelente filme, com questões pesadíssimas e diálogos que nos fazem pensar. Dois homens brancos torturam e estupram uma menininha negra. Antes de irem a julgamento, o pai dessa menina mata os dois (desculpa, mas é muito bom de ver) na frente de várias pessoas. O filme acompanha o julgamento desse homem. O elenco também é ótimo: Samuel L. Jackson, Kevin Spacey, Matthew McConaughey, Sandra Bullock, Ashley Judd, Keither Sutherland, Oliver Platt e Donald Sutherland.


O Júri

Um filme um pouco mais divertido do que os anteriores, já começa bem, colocando os atores Dustin Hoffman e Gene Hackman como advogados de lados opostos. O caso gira em torno de uma viúva que processa uma empresa que considera ser culpada pela morte de seu marido, exigindo uma indenização gigantesca. Só que um dos jurados, interpretado por John Cussack, mostra que consegue manipular todo o júri da forma que quer, e avisa os dois advogados que quem decidirá o veredito é ele, chantageando os dois. Bom plot twist e cenas memoráveis.


O Cliente

Baseado num livro de John Grisham, O Cliente é um filme sobre um menino que testemunha o suicídio de um advogado que acaba contando para ele antes de morrer que seu cliente, um mafioso, matou um político. Ele também conta onde o corpo está. A vida do menino está em risco e ele se vê envolvido no julgamento. No elenco Tommy Lee Jones e Susan Sarandon, o que já basta para querer assistir, né? Eu particularmente gosto muito da personagem da Susan nesse filme.



Advogado do Diabo

Não deixa de ser um filme de tribunal, mas a história é um pouco mais ampla do que o julgamento e gira em torno de um casal (Keanu Reeves e Charlize Theron) cujas vidas mudam aparentemente para melhor quando ele, um advogado que nunca perdeu um caso, é contratado por uma firma gigantesca e passa a ter uma vida luxuosa em Nova York. Só que merdas começam a acontecer e bem... Al Pacino é o diabo. Tem um plot twist que chega a dar alívio e salva o filme.



Filadélfia

Triste filme sobre um advogado homossexual que é demitido por ter AIDS. Ele contrata um advogado, que tem tendências homofóbicas, para processar a empresa. Atuações brilhantes de Tom Hanks e Denzel Washington. Um filme inesquecível e de altíssima relevância na época em que foi lançado.


Menções honrosas: Julgamento Final, A Jurada, Versões de um Crime, O Informante e O Poder e a Lei.


Recomendação: A série O Povo contra O.J. Simpson.


Posts relacionados:

Os Elementos de um Thriller de Tribunal



0 visualização