Vantagens de contratar uma mentoria de escrita

Passei metade da minha vida desejando um senhor Miyagi para chamar de meu. Alguém para pegar no meu pé quando eu começo a procrastinar ou duvidar de mim mesma, para falar a coisa certa na hora certa e me obrigar a questionar minhas ações e reações... vocês sabem... o velho sábio clássico para fazer o papel de pai.


gif

Na carreira literária, infelizmente, nunca tive alguém para me guiar, então eu dependia das dicas em forma de "conteúdo" que apareciam no meu feed do Facebook; entrava em debates com outros autores; consultava amigos que entendiam do mercado... e ficava cada vez mais confusa. Meus amigos editores me ofereciam uma visão parcial do processo, uma visão que não contemplava os perrengues do escritor. Os colegas de profissão, por outro lado, também eram míopes, com visões de mercado equivocadas, sonhadoras. Os marketeiros eram ainda piores, ignorando praticamente tudo sobre o livro como produto e arte.


Eu fico imaginando quanto tempo, energia e mágoa eu teria me poupado se tivesse um pouco de ajuda no começo da carreira, de alguém que conseguisse ter uma visão realista do mercado, mas também pudesse me auxiliar no processo de criação, com questionamentos, desafios, prazos e exercícios que me obrigassem a me comprometer com o livro atual, resolvendo problemas de trama, desenvolvimento de personagem, prosa e estrutura antes mesmo de aparecerem, e tudo isso com respeito à minha individualidade e estilo de escrita.


Quando um colega editor me sugeriu incluir, nos meus serviços a autores, a mentoria, eu nem sabia por onde começar. Por isso, precisei desenvolver um método próprio, que fui aperfeiçoando na prática. A cada mentoria, eu avaliava o que poderia ter feito de diferente para ajudar aquele autor. Nesse processo, consegui criar um plano de mentoria flexível, feito como blocos de construção que posso moldar para servir de senhor Miyagi para cada autor que me procura.


Esses blocos são:

  • Reuniões virtuais, onde posso ouvir o escritor, traçar metas, fazer brainstorming, sugerir caminhos, questioná-lo;

  • Exercícios, feitos sob medida para aquele autor e projeto, com a finalidade de obrigar o criador a refletir sobre sua obra. Eles podem ser sobre personagens, voz narrativa, tema, pesquisa, criação de nomes e título, escaleta etc;

  • Leitura crítica, onde posso analisar a obra em andamento e oferecer insights e caminhos para melhorá-la, direcionando a escrita;

  • Copydesque; editar a obra final para que chegue a sua melhor versão antes de ser publicada, enviada a um agente literário, concurso ou editora;

  • Direcionamento para o lançamento, publicação e divulgação da obra, o que pode incluir planejar um financiamento coletivo ou até auxiliar no processo de impressão, fechamento de arquivos e vendas.

Como cada autor e projeto tem suas características únicas, eu peço para o escritor preencher um formulário antes de desenhar a proposta de mentoria. Ela pode incluir, por exemplo, quatro reuniões, duas leituras críticas, seis exercícios e uma edição, ou ter uma configuração completamente diferente, dependendo do estágio da obra, que pode ser apenas uma ideia ou um first draft completo.





A partir da primeira reunião com o autor, traçamos juntos nossas metas e criamos um cronograma para a mentoria. A melhor parte é que esse cronograma pode ser editado e calibrado quando necessário, para se adequar às necessidades do autor.


Quais são os objetivos principais de uma mentoria literária?

  • Auxiliar o autor no processo de planejamento, pesquisa, escaleta, escrita, edição, publicação e divulgação de uma obra literária;

  • Detectar pontos fracos e os corrigir o mais cedo possível, para evitar muito retrabalho e um processo dolorido e cansativo de reescrita;

  • Detectar pontos fortes e oportunidades que podem ser exploradas, tanto na narrativa quanto na divulgação do autor e obra;

  • Oferecer insights, material, exercícios e ideias;

  • Ajudar o autor a permanecer interessado e comprometido com a obra;

  • Ajudar com bloqueios criativos;

  • Incentivar;

  • Certificar-se de que a obra alcançou todo o seu potencial.

Quais são as maiores vantagens de uma mentoria literária?

  • Muitas vezes, ao receber o feedback de um leitor crítico, o autor precisa mexer muito no livro, reescrevendo boa parte dele, o que é um processo que consome tempo, energia e recursos. Com a mentoria, os problemas são detectados logo no início, poupando o autor desse trabalho;

  • É comum que o autor abandone uma obra na metade ou antes mesmo de chegar ao terceiro capítulo. Isso acontece por falta de motivação, bloqueio, falta de tempo e outros fatores. O mentor serve para estar ali, cobrando o autor e o motivando a escrever, aumentando muito as chances da obra ficar completa no prazo da mentoria;

  • Muitas vezes, a mentoria sai mais em conta do que contratar os serviços individualmente, com a vantagem de que você tem como leitor crítico e editor alguém que conhece a obra intimamente;

  • O mentor oferece ideias e caminhos para a obra que podem fazer uma diferença enorme no produto final.

  • As lições de uma mentoria podem ser aplicadas nos projetos futuros do autor.

gif

Está precisando tirar seu projeto da gaveta? Preencha o questionário de interesse em mentoria, sem compromisso, e receba uma proposta em poucos dias.



34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo