top of page

Tudo sobre Quando os Mortos Falam, finalista do Jabuti 2022

Um guia rápido sobre a obra de Cláudia Lemes (por ela mesma)


Quando os Mortos Falam é um thriller escrito em 2020 e publicado em 2021 pela editora Avec. Ele foi anunciado como finalista do Prêmio Jabuti e coleciona avaliações excelentes nas redes sociais. Saiba um pouco mais sobre a obra:


  • É um thriller de investigação, com elementos do whodunit, mas não é focado em descobrir quem é o assassino, e sim no que será feito para impedí-lo;

  • Ambientação nacional: o livro se passa na capital de São Paulo e foca muito em como a polícia civil conduz as investigações;

  • O vilão é um assassino em série que mata com inspiração em filmes de horror;

  • O livro mescla o gênero policial com doses de horror sobrenatural e horror slasher;

  • Quando os Mortos Falam tem muitas homenagens a filmes e livros de horror e alguns easter eggs;

  • Personagens complexos e marcantes;

  • Os maiores temas são luto e traumas.

  • Representatividade;

  • Ritmo muito intenso e escrita ágil, direta.





"Baixei esse livro por indicação de uma amiga e não me arrependi. Que história eletrizante!

Trata-se de um suspense policial recheado de tensão, ação, cenas fortes e gráficas, que misturado ao tema da espiritualidade, ficou incrível. E preciso dizer que adorei ter os filmes de terr0r como inspiração para o assas$ino cometer seus crimes.

Mas não é só isso, o livro aborda também temas como perda, luto, amor e recomeço. Ah, e é cheio de representatividade!"


"Ótimo do início ao fim, uma história tão bem construída, escrita fluída, eu nao conseguia tirar o olho do livro...eu adorei!"


"Que livro FENOMENAL"


"Confesso que tenho um pouco de preconceito com livros brasileiros de suspense, baseados nos que eu já li. Mas a Cláudia conseguiu mudar minha opinião com esse livro maravilhoso. Devorei em 2 dias e vou indicar pra todos que gostem desse estilo. Misturar espiritismo, de uma forma que não faz apologia à religião, com trabalho policial foi de uma inteligência absurda. Cláudia, xará, você ganhou uma fã."


"Comprei esse eBook numa promoção do dia, sem qualquer indicação e sem conhecer a autora. E que satisfação tê-lo comprado, o livro é muito bom!

Gostei do enredo, das personagens e da dinâmica da história.

Trata-se de um suspense policial que prende o leitor e nos deixa apreensivos e tensos para descobrir como será o desfecho da história.

Certamente esse livro me agradou ainda mais porque é recheado de referências a filmes clássicos de terror (meu estilo favorito). Inclusive, um dos filmes citados e utilizados durante o livro é justamente um dos meus filmes favoritos de todos os tempos (pelo título dessa resenha, entendedores saberão qual é).

Este foi meu primeiro livro de 2022 e não ficarei surpreso se, ao final do ano, estiver no meu top 5.

Indico fortemente aos leitores que apreciam suspenses policiais e também àqueles que gostam de filmes de terror."





Ficha técnica:

  • Editora ‏ : ‎ AVEC Editora; 1ª edição (1 agosto 2021)

  • Idioma ‏ : ‎ Português

  • Capa comum ‏ : ‎ 240 páginas

  • ISBN-10 ‏ : ‎ 6586099862

  • ISBN-13 ‏ : ‎ 978-6586099867

  • Dimensões ‏ : ‎ 16 x 1.4 x 23 cm

  • Edição: Adriana Chaves e Artur Vecchi

  • Revisão: Gabriela Coiradas

  • Design de capa e diagramação: Victor Coelho

Sinopse:


Verena Castro pediu exoneração do cargo de investigadora na DHPP quando sua filha mais nova foi assassinada. Quatro anos depois, sua vida toma um rumo inesperado quando recebe o telefonema de um médium, indicando um corpo e sua localização. Envolvida na investigação de forma clandestina com a ajuda do melhor amigo, Caio, Verena logo descobre que há um maníaco na cidade de São Paulo, replicando as cenas de homicídio mais perturbadoras dos filmes clássicos de horror – e a próxima vítima pode ser alguém que ela ama.


Principais personagens:

  • Verena Castro: ex-investigadora de luto pelo assassinato não solucionado da filha, é casada com Karina e tem agorafobia e crises de pânico. Com o surgimento do Maníaco da Zona Sul, se verá envolvida na investigação, em busca de justiça.

  • Caio Miranda: melhor amigo e ex-parceiro de Verena, tem uma vida complicada em casa e está secretamente envolvido com delegada com quem trabalha. É o principal investigador no caso do Maníaco da Zona Sul, e logo se vê seduzido pela paz que o médium Walter Kister oferece;

  • Zulma Kister: neta de Walter, um médium com um passado criminoso, Zulma vê espíritos e só quer ter uma vida normal. Ela tem 18 anos e sua maior inspiração é a empresária Karina, uma mulher negra, como ela, que se destacou no mundo tech por sua inteligência;

  • Isabela Brassard: delegada de homicídios da DHPP, enfrenta o machismo dentro da polícia e vê seus problemas se agravarem quando aparece a primeira vítima do Maníaco da Zona Sul. Envolvida com Caio Miranda, vai precisar da ajuda de Thierry, um ex-amante, para resolver o caso;

  • Walter Kister: médium que dá início à investigação. Guarda segredos sobre seu passado e sobre a morte de Luísa Vilas-boas, filha de Verena Castro.

  • O Maníaco da Zona Sul: quem é ele? De onde vem seu fascínio pelos filmes de horror? Quais são suas motivações?


89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page