top of page

Contratar um ghostwriter vale a pena?

Sua vida daria um livro?


Cada vida é única, marcada por altos, baixos, fracassos, conquistas e muita luta. Só você sabe o quanto caminhou para chegar até aqui, né?


Desta vida, o que você deixará para trás, fora as lembranças tristes e felizes que viverão dentro daqueles que conheceram você?


A tecnologia de hoje permite que nossas histórias fiquem registradas para nossos descendentes, futuras gerações e amigos. Não estou falando apenas de fotos, mas nossa biografia, memórias e aprendizados, em formato digital — e até em livro físico!


Você não precisa ser um bom escritor para registrar essa história, mas um escritor profissional certamente conseguirá organizá-la e escrevê-la de maneira cativante, transmitindo, por meio das palavras, todas as emoções que você viveu.


Além de viver um processo divertido, em que será entrevistado por alguém com sensibilidade e interesse na sua história, não terá que se preocupar com a parte laboriosa da escrita, que será desempenhada por um ghostwriter com prática e conhecimento profundo de narratologia.


Mas... vale a pena contratar um escritor profissional? Quais são os "sinais vermelhos" que podem indicar um picareta?


Como funciona ghostwriting de um livro de não-ficção?


O ghostwriter, por meio de entrevistas e o estudo de documentos (quando houver), apresentará uma estrutura e uma amostra do texto para você. 


É o momento em que o autor (você), poderá ler e aprovar — ou pedir alterações — o tom e estilo escolhidos para contar sua história e a ordem em que ela será contada, destacando a topografia emocional da jornada vivida por você.


Uma vez aprovada essa amostra, as entrevistas e trabalho em conjunto continuarão e, no prazo estabelecido (geralmente alguns meses), o ghostwriter entregará seu livro pronto.


Não se preocupe: você naturalmente poderá fazer ajustes, pedindo que alguns trechos e frases sejam incluídos ou retirados, por exemplo. Quando o livro ficar exatamente como você deseja, o ghostwriter o encaminhará para o revisor.


Os próximos passos é você que define. Você pode escolher manter o livro apenas num arquivo digital ou imprimir uma pequena tiragem para presentear os mais íntimos, ou, quem sabe, até grandes tiragens para venda. Um bom ghostwriter ajudará você a tirar a documentação da obra e até autopublicá-la, se for sua intenção.


Existem poucos investimentos tão significativos e duradouros quanto o registro de nossas vidas, concorda? Depois de trabalhar com diversos autores — atletas, influencers, empreendedores, empresas e famílias comuns — e testemunhar o orgulho e a alegria deles ao segurar seus livros pela primeira vez, estou certa de que tenho uma das melhores profissões do mundo.


O que procurar num ghostwriter?


  • Prática: alguém que já fez muitos projetos e desenvolveu um método que funciona.

  • Empatia: alguém que ouvirá sua história com interesse, maturidade e zero julgamento.

  • Profissionalismo: alguém que sabe tirar suas dúvidas, entrega no prazo e tem comprometimento com o projeto.

  • "As manhas": um ghostwriter que já provou que escreve bem. No meu caso, tenho uma carreira de ficcionista que já entra em seu décimo segundo ano, com nove romances publicados, uma indicação ao maior prêmio literário do Brasil (Jabuti, 2022), fui vencedora do Prêmio ABERST no mesmo ano e sou publicada pela segunda maior editora de literatura do mundo.

  • Transparência: ele não fará "mistério" em relação a quanto cobra, sua disponibilidade e detalhes do contrato.




Sinais "vermelhos"


Cuidado com:


  • "Profissionais" que dizem ter escrito centenas de livros;

  • "Profissionais" desesperados para fechar um contrato (o ghostwriter geralmente tem pouca disponibilidade);

  • Ghostwriters que não explicam direito o processo, parecem confusos ou dispostos demais a mudar completamente seu método para se adequar ao cliente;

  • Contratos vagos demais, sem datas, valores e especificações sobre a obra;

  • "Profissionais" que cobram muito abaixo do mercado. Ghostwriting é um serviço caro porque poucas pessoas sabem escrever bem um livro. Se a pessoa está cobrando pouco, há grandes chances de você ter problemas.


Vamos imortalizar sua história juntos?


Entre em contato pelo e-mail claudoooca@gmail.com. Para conseguir um orçamento o mais rápido possível, já adiante:


·        O tema do livro;

·        A quantidade de páginas aproximada (100, 150, 200...);

·        Se você vai precisar de um projeto gráfico (capa e diagramação);

·        Qualquer dúvida que tiver.


O que você precisa saber antes de entrar em contato?


É possível que eu só tenha disponibilidade dentro de dois ou três meses para começar seu projeto, devido à alta demanda de trabalhos.


Um serviço de ghostwriting com compromisso e seriedade não é um serviço barato. Ele é um investimento concretizável, mas raramente sairá por menos de R$ 35.000. Se receber um orçamento muito mais barato, desconfie.


Entre em contato hoje. Será um prazer tirar suas dúvidas.

 

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Inteligência Artificial substituirá o ghostwriter?

4 motivos pelos quais a IA não substituirá o ghostwriter por muito tempo Para uma ghostwriter profissional, a pergunta chega a surpreender. Ora, no nosso dia a dia, praticamente tudo o que fazemos é i

Opmerkingen


bottom of page