Eu Vejo Kate: 

O despertar de um serial killer

Sinopse:

Uma escritora obcecada por um assassino em série que foi executado pelo seus crimes. Um agente do FBI que mergulhou fundo demais nas suas investigações. Um serial killer morto. Esses são os três narradores que juntos constroem uma trama violenta sobre o comportamento humano, sexualidade, psicologia e o que se passa na mente de um serial killer.

Quem está matando as mulheres de Blessfield?

Histórico do livro

Eu Vejo Kate foi o primeiro thriller da autora, que o publicou de forma independente em 2014. Meses depois, Lemes assinou contrato com a editora Empíreo para a publicação do livro em 2015. Muito bem recebido, embora polêmico, a obra chamou atenção pela profunda pesquisa da autora e pelo recurso de narrativa inovador de ter um serial killer, morto e portanto onisciente, contando parte da história. Para sua terceira edição, a autora optou pelo financiamento coletivo. O livro bateu sua meta em 16 dias e foi lançado em maio de 2019.

A criminóloga e escritora especialista em serial killers, Ilana Casoy, fez o praise do livro, dando à autora, na época novata, uma força e apoio que Cláudia agradece até hoje.

“Eu vi Kate, eu vi Nathan, eu vi Ryan. Eu vi a mim mesma em cada página deste livro, me emocionei, me assustei, me surpreendi. Claudia Lemes estreia com este romance impecável, nos brindando com a profundidade do seu conhecimento sobre a alma humana e criminologia, em uma associação envolvente e perturbadora. Me deixou sem fôlego. É uma ficção mais do que real. Bem-vinda ao universo dos serial killers na palavra escrita” - Ilana Casoy

Avaliações de leitores

"achei esse livro sensacional. A escrita é envolvente, instigante e leva o leitor a imaginar cada cenas detalhadamente, o que em alguns momentos foi bem intenso e chocante! A história é sensacional. Como é bom saber que temos autoras nacionais tão ricas no gênero." - Giuliana Sperandio

 

"Fazia tempo que eu não lia um livro como "Eu vejo Kate", que me deixou impressionada. Claudia Lemes dá autenticidade para assassinos que sentem prazer em torturar e também para uma protagonista que é forte, determinada, mas que também se entrega às próprias fraquezas, porque afinal, é humana. O livro ainda inclui investigação e perseguição policial como nos seriados que estamos acostumados a ver." - Lethycia Dias

"Foi o livro que li mais rapidamente esse ano e o nacional que mais recomendei." - Douglas Pinheiro

"O que também gostei na história foi o fato dos personagens (principalmente os protagonistas) serem retratadas de forma tão real. Nesse livro podemos ver a realidade nua e crua, onde os personagens são pessoas reais, ou seja, imperfeitos, com fraquezas, medos e vícios. Para variar é bom fugir daquele estereótipo de mocinhos perfeitos." - Dai Angelina

"Favoritei, favoritei com orgulho, sem nem pensar duas vezes. Fecho o ano com uma resenha de um livro que merece palmas." - Nuccia de Cicco

"Cruel e impactante" - Kelli Brandão

"É um romance policial acima da média, com descrições de assassinatos pesadas e apesar de não ter um desfecho mirabolante, também não tem um desfecho clichê. RECOMENDO!!!" - Vinny Brito

"Eu Vejo Kate.
E verei ela pra sempre por que esse é um daqueles livros que vc lê e quando passa um certo tempo vc precisa ler de novo sabe pra não esquecer a bela escrita e a colocação de palavras de uma forma incrivelmente absorvidas, sem faltar nenhum detalhe é como se vc está vivendo toda Narrativa e os sentimentos" - Jessica

"Um thriller digno de oscar!" - Ariane

"Diferente de tudo ja li !!!" - Sabrina Lima

"Foi um dos melhores livros que já li, e que orgulho por ser um nacional. Não me arrependo de ter ansiado tanto por ele, de ter comprado mesmo com a parceria da editora Empíreo. Candidato a um dos melhores do ano? Com certeza. E vai representar muito bem o gênero na minha estante, entre meus amigos, e para os interessados em uma boa trama e um bom suspense. Excelente livro!" - LOHS

"O final me agradou bastante. Trouxe ação e reviravoltas na dose certa, trazendo resoluções críveis para as enrascadas em que os personagens se meteram. Em resumo, Eu Vejo Kate me agradou bastante e eu não conseguia parar de ler (finalizei em um único final de semana). Já estou ansiosa para ter em mãos o mais recente lançamento da autora, Um Martini com o Diabo."- Lais Helena

"Considero Eu vejo Kate um dos melhores livros que li na vida" - K. Riquelme

"O thriller de Claudia Lemes é uma obra para se devorar. A narrativa repleta de reviravoltas e de suspense torna impossível largar o livro. Os personagens são interessantes e foi uma experiência nova e incrível ler partes da história do ponto de vista do serial killer já morto; gostei também das cenas dos assassinatos, que conseguiram transmitir com verossimilhança o horror daquelas situações, com uma escrita ousada e corajosa. É muito bom ler um livro no qual você vê que o autor tem o controle da obra e sabe do que está falando, e isso acontece aqui: a autora tem total domínio do assunto e da história que decide contar. Uma leitura imperdível!" - Karen Alvares

"Excelente thriller nacional. Cláudia Lemes mostra a força dos escritores brasileiros contemporâneos de literatura policial. Um romance envolvente, cheio de reviravoltas que intercala, principalmente, três narradores, sendo que Kate e Ryan narram em primeira pessoa, enquanto Nathan, apesar de se expressar e compartilhar suas emoções e memórias, é capaz de acompanhar os outros dois personagens e descrever o que vai acontecendo por meio da terceira pessoa. Esse jogo de focos narrativos torna o romance mais envolvente e ajuda a criar o clima de suspense e manter o leitor fisgado do início ao final." - Ben Oliveira

"É muito bem escrito, me deixou curiosa todo fim de capítulo, adorei que tem o ponto de vista de vários personagens e as partes horripilantes são realmente horripilantes. Fiz caretas em algumas partes, pois achei bastante violento (e olha que estou acostumada com o gênero).
Adorei e recomendo demais!" - Aninha

"Em muitos momentos, fiquei grudada no sofá, enquanto lia, esperando uma história irreal, onde existam super heróis que impedem que o mal aconteça. Bem, não é o caso de Eu vejo Kate, e isso é muito bom." - Maria Freitas

"Queria parabenizar a escritora Cláudia Lemes, achei esse livro sensacional. A escrita é envolvente, instigante e leva o leitor a imaginar cada cenas detalhadamente, o que em alguns momentos foi bem intenso e chocante! A história é sensacional. Como é bom saber que temos autoras nacionais tão ricas no gênero." - leitura do clube do Livro e amigos